24/07/2012

O que te faz sentir saudade é só seu e de mais ninguém


Quero usar esse domínio para lembrar de um grande amigo, Marcelo Ameba, ou melhor, Marcelo Paraíso Sarmento, um moreno americano magro e alto, com sua voz rouca e sua preguiça nata, vinha sempre a minha casa, nos conhecemos em 88, foi fácil gostar dele, sempre havia um sorriso enorme e espontâneo para mandar pra gente, preguiçoso feito uma porra, filho mais velho de um ex-lutador de Boxe e uma dona de casa de olhar triste (que ele puxou), eu nem dava conta de como era bom ir até lá na Rua do Encanamento no Bairro Califórnia e ficar na varanda esperando ele, enquanto tomava banho pra gente sair e dar um rolê, ir pra escola.

Realmente queria descrever com belas palavras tudo que sinto por esse irmão que se foi, agora as imagens soltas em minha memória, só me lembro de sua gargalhada. O resto se foi...

... Saudades do Ameba, espero um dia nos encontrarmos e continuarmos nossa ultima conversa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário